[Resenha exclusiva] O meu review do iPod Touch 8 GB!

Olá a todos! Muito Feliz

Para os meus foristas preferidos: eis o aguardado review do iPod Touch!!!! Muito Feliz Muito Feliz Muito Feliz

Peço desculpas antecipadas por eventuais falhas e pontos omissos nesta resenha, e também pelo “atraso” na entrega, devido a tarefas que têm me ocupado ultimamente. Pretendo aperfeiçoá-la com o passar do tempo. Como as fotos que eu tirei do bichano estão bem toscas Gargalhando, resolvi ilustrar o review com fotos que vasculhei da Internet, a fim de dar uma melhor visão geral do aparelho. Piscadinha Qualquer dúvida, sugestão, comentário, crítica, elogio ou recomendação será bem-vinda! Vamos lá, então?

1. RAZÕES PARA A AQUISIÇÃO: NECESSIDADE DE SUBSTITUIÇÃO DO IPOD NANO.

iPod Touch escreveu:
Tenho uma farta memória, energia de sobra e não tenho click wheel com mau contato. Que tal?

A principal razão que me levou à aquisição do iPod Touch foi a absoluta necessidade de substituir o iPod Nano de 4 GB – aquele da primeira geração – por desgaste de uso. Após dois bons anos de serviços prestados, vi que o Nano estava apresentando alguns problemas de ordem técnica, quais sejam:

bateria fraca: em viagens mais longas, tinha que “racionar” o uso do iPod, que não estava durando mais do que 6 boas horas de reprodução contínua de músicas, mesmo usando as melhores configurações de economia de energia (brilho de tela no mínimo, chave de trava sempre em posição “on” etc.).

memória cada vez mais escassa: embora os 4 GB do Nano fossem mais do que suficientes para o armazenamento de músicas, tinha que gerenciar com cuidado e extrema parcimônia aqueles arquivos de áudio que mais tomavam espaço do player: podcasts, áudio de teleconferências de empresas, aulas jurídicas e, principalmente, a Bíblia no Palm.

mau contato da Click Wheel: com o passar do tempo, e o uso contínuo e diário do player, a “rodinha” da maçã não estava respondendo 100% aos comandos, principalmente o botão de desligar e o de retroceder. Tudo bem que não era uma situação grave, mas o receio de “forçar a pressão do dedo” a cada falha do sistema me preocupava.

Com a aquisição do iPod Touch, todos estes três problemas foram solucionados de uma só vez. Senão vejamos:

bateria forte: li reviews em sites estrangeiros especializados, e notei que a bateria é um dos pontos fortes do aparelho. Ele agüenta aproximadamente de 22 a 23 horas de reprodução de músicas e 5 a 6 horas de vídeo. Um excelente desempenho, se comparado ao player antigo que eu tinha. Os testes que realizei confirmam este diagnóstico: a bateria do iPod Touch é muito boa.

memória farta (para as minhas necessidades): com o aparelho, conseguiu-se praticamente a duplicação da capacidade, que até então era de 3,7 GB “reais”, para aproximadamente 7,3 GB “reais”. Existe um “espaço vazio”, aí, de quase 800 MB, dedicados ao sistema operacional, creio eu, o que não é pouca coisa. Porém, para as minhas necessidades, dá e sobra.

interface renovada: uma novidade legal e interessante a navegação com os dedos. Os problemas de mau contato desaparecem. Porém, surgem os problemas relativos aos rastros na tela com o uso dos dedos, o que é REALMENTE um problema, haja vista que é preciso de treino para dar o “toque” certo na tela, além de ter a sensibilidade correta para não ficar sujando muito a tela.

iPod Touch

Leia o review completo no Fórum, clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: